Um pouco do meu drama pessoal

Postado por Marina Frael no dia 4.1.13
Oi gente bonita, como passaram o reveillon? Estão curtindo e aproveitando bastante 2013? Espero que sim, pra mim até que tá legalzinho. Então, não sei se lembram mas no início de dezembro eu falei que assim que passasse o período de provas finais eu iria me dedicar completamente e totalmente ao blog, e que ia começar a postar muito e pra caramba no blog, lembram? Então, isso acabou não acontecendo porque eu, antes mesmo de fazer as provas finais do colégio, fiquei com paralisia facial. Oi Marina? Que isso? Tá, lá vai... metade do meu rosto ficou paralisado, o lado direito. Fui no médico e comecei a fazer fisioterapia. Já melhorou bastante desde o começou, mas a paralisia ainda não foi embora. Com essa minha paralisia meu olho lacrimeja bastante e fica ruim ler. Sem falar que, ao que tudo parece, graças a paralisia também, meu grau aumentou - é, eu teria que usar óculos mas não uso. Áh, sem falar que tenho ido muito a médicos e a fisioterapia, o que acaba ocupando meu tempo. Ai misturando tudo, eu acabo entrando pouco no computador, e quando entro fico pouco tempo porque dai fico vendo tudo embaçado. Tem vezes que acaba não embaçando, tipo agora, dai dá pra postar, mas não é bom forçar muito. Enfim, fiquei adiando falar sobre isso afinal, acho que ninguém tá muito interessado na minha vida pessoal, mas pensei melhor e achei justo explicar minha ausência pra aqueles que acompanham meu blog e que tavam esperando nessas férias um enxurrada de posts.
Apesar de não ser muito culpa minha, peço desculpas pela ausência e por ter que ter tido que quebrar a "promessa" que fiz de postar pra caramba a beça. Se é que alguém vai se preocupar comigo, não é necessário, provavelmente minha explicação fez parecer bem pior do que realmente é, apesar de não sei lá muito bom também né? Mas assim que eu melhorar e ficar boazinha, vou voltar a postar mais, até mais do que já postava.
Mas então gente, pra esse post não ficar só nessa coisinha muito chata, aqui vai um poemazinho que eu li pela primeira vez quando tinha uns 10 anos, e acho que é o único que eu realmente sei de cabeça. Então curtam ai e reflitam:
"Sei que serei esquecida, assim é a lei da vida. Um doce sonho profundo, que dura apenas um segundo. Amor, amizade, paixão, doces sonhos que se vão. E ficam apenas saudades, solução de um pobre coração."  - Autor desconhecido

0 comentários:

Postar um comentário

 

universo de uma louca Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos